BH x Ouro Preto

Transfer privativo para até 4 passageiros, de Belo Horizonte para a cidade de Ouro Preto ou região; compreendida pelos distritos de Amarantina, Antônio Pereira, Cachoeira do Campo, Engenheiro Correia, Glaura, Lavras Novas, Miguel Burnier, Santa Rita de Ouro Preto, Santo Antônio do Leite, Santo Antônio do Salto, São Bartolomeu e Rodrigo Silva.

De: R$ 350,00 | Por: R$ 290,00

Aplicável a traslado para os distritos oficiais listados. Para saídas da cidade de Confins e CNF, consulte o valor por e-mail ou telefone.

• Até 4 passageiros (recomendável 3 para conforto);
• Veículo sedan com ar condicionado;
• ABS, AirBag e rastreador;
• Veículos novos e higienizados;
• Porta malas superior a 500 litros;
• Motoristas experientes e uniformizados;

Opcionais:
Cadeira ou assento infantil: R$ 10,00
Segurança privada: consulte valor
Guia turístico: consulte valor
Tradutor ou motorista bilíngue: consulte valor

O traslado inverso tem o mesmo valor. Verifique valores para round trip (leva e traz) ou passeio turístico na cidade (city tour).

Ouro Preto

Fundada através da fusão de diversos arraiais por bandeirantes, por volta de 1700, foi o primeiro sítio brasileiro considerado Patrimônio Mundial da UNESCO, sendo também patrimônio estadual e monumento nacional. Foi também eleita uma das Sete Maravilhas Brasileiras.

O nome de “Ouro Preto” veio devido a uma característica do mineral encontrado na região quando da sua formação: o ouro era escurecido por uma camada de paládio. Em 1720, foi escolhida para capital da nova Capitania de Minas Gerais. As igrejas barrocas e o casario colonial da cidade foram destacados no “movimento modernista”, 1920. Assim as obras de Aleijadinho e Mestre Ataíde passaram a ser vistas como manifestações primeiras de uma cultura genuinamente brasileira. Desde então a cidade se tornou conhecida como um “museu a céu aberto”.

Suas igrejas, construídas durante o período colonial brasileiro, são ricamente decoradas e de grande importância artística e histórica, dentre elas:

Ouro Preto tem ainda museus variados como Museu Casa Guignard, Museu Casa dos Contos, Museu do Chá, Museu da Inconfidência, Museu da Música, Museu de Ciência e Técnica da Escola de Minas, Ludo Museu, Museu do Oratório, Museu de Pharmacia, Museu de Arte Sacra do Pilar, Museu das Reduções (Amarantina), Museu Aberto Cidade Viva e Museu Aleijadinho e o famoso Museu do Ouro.

Na portaria da Casa dos Contos existe o Parque Vale dos Contos, antigamente chamado de Horto Botânico de Vila Rica, sendo o segundo jardim botânico do Brasil. Reaberto em 2008 após um intenso tratamento paisagístico e a instalação de trilhas e espaços de receptivo (cantinas, quadras, praças, mirantes e auditórios).

Como a cidade tem um relevo montanhoso em sua maior parte é comum citar que em visitas é importante se tomar cuidado em usar calçados adequados.

Possui um rico e variado ecossistema em seu entorno, com cachoeiras, trilhas seculares e uma enorme área de mata nativa, que teve a felicidade de ser protegida com a criação de Parques Estaduais. O EcoTurismo é evidenciado na região, possuindo até mesmo mergulho em cavernas.

Passeios na Natureza

Na cidade se localiza a Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), instituída como Fundação de Direito Público incorporando duas instituições de ensino superior centenárias: a Escola de Farmácia e a Escola de Minas.
A universidade oferece atualmente 28 cursos de graduação, contando com 22 departamentos e sete unidades acadêmicas.

Assim as repúblicas fazem parte da tradição da cidade, várias delas instaladas em prédios pertencentes à UFOP. São administradas pelos próprios estudantes, que definem as regras de admissão. Ao longo de mais de um século, as repúblicas desenvolveram uma cultura própria, e mantem laços estreitos com ex-alunos e ex-residentes.

Entre o campus da UFOP e o do IFMG existe um mirante de onde se tem visão privilegiada da cidade e de seu centro histórico, sendo muito comum os clientes da Rodo Transporte o visitarem para tirar fotos.

O mais antigo teatro em funcionamento da América Latina é o Teatro Municipal de Ouro Preto. A Casa da Ópera foi construída pelo contratador português João de Souza Lisboa, localizado perto da Igreja do Carmo, em terreno íngreme, e inaugurada no dia 6 de junho de 1770.
A UFOP reabriu também o Cine-Teatro Vila Rica, único cinema da região e um dos mais tradicionais de Minas Gerais sendo uma ótima opção de lazer para a comunidade.

O Trem da Vale é um trem turístico-cultural que liga as cidades de Ouro Preto e Mariana, sendo outro ponto turístico e cultural. São 18 quilômetros de trecho ferroviário entre as estações Ouro Preto, Mariana, Vitorino Dias e Passagem de Mariana. Em alguns períodos a Maria Fumaça pode estar desativada sendo usada uma locomotiva à diesel em seu lugar.

Distritos

Dados: Wikipedia e Portal do Turismo de Ouro Preto

Veja:  Grupos de veículos |Política de devolução | A disponibilidade depende da data, não reservamos carros em específico.

Agendamento de datas e dúvidas: (31)3317-7252 / 99260-7060val@rodotransporte.com.br

Botao Reservar

 

Traslado Ouro Preto

Entre em contato:

telefone locadora veiculos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *